Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Disciplinas

Enquadramento de um menino entre a cintura e os joelhos, com a mão esquerda estendida para baixo segurando um livro de capa dura marrom. Ao fundo, capim verde e alto, com luminosidade.
Disciplinas - Foto: Freepik

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Conceitos e definições sobre Ambiente, poluição, degradação ambiental, impacto ambiental, avaliação de impacto ambiental; Principais Problemas Ambientais provocados pela ação do homem e os respectivos impactos sobre a saúde humana; Elaboração do Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). Identificação de Impactos Ambientais; Legislação e normativas ambientais aplicadas a Avaliação de Impacto Ambiental

Objetivos

Proporcionar ao aluno o conhecimento e a fundamentação da avaliação de impacto ambiental e seus objetivos, processo de Avaliação de Impacto Ambiental, promovendo o conhecimento básico para os profissionais avaliarem os empreendimentos passiveis de licenciamento ambiental e promover a utilização da avaliação de impacto ambiental como ferramenta de prevenção e mitigação de possíveis impactos ambientais.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Características gerais dos bioindicadores. Classificação e importância dos principais grupos de bioindicadores de qualidade do ar, água e solo. Biorremediadores e fitorremediadores. Monitoramento ambiental no uso de bioindicadores. Noções de ecotoxicologia. Análise de dados, aplicação de índices, interpretação dos resultados obtidos e elaboração de relatórios.

Objetivos

Abordar as características gerais dos bioindicadores, bem como a classificação e a importância dos principais grupos de bioindicadores de qualidade do ar, água e solo. Trabalhar os principais aspectos relacionados aos biorremediadores e fitorremediadores, ao monitoramento ambiental no uso de bioindicadores, além de noções de ecotoxicologia. Preparar os alunos para a realização de análise de dados, aplicação de índices, interpretação dos resultados obtidos e elaboração de relatórios.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Biotecnologia: definição e histórico. Noções de Biologia Molecular. Ferramentas biotecnológicas. Métodos e processos biotecnológicos aplicados à área ambiental.

Objetivos

Trabalhar a definição e o histórico da biotecnologia. Abordar noções básicas de biologia molecular, englobando biologia celular de eucariotos e procariotos; estrutura, função e metabolismo dos ácidos nucléicos. Conhecer algumas ferramentas biotecnológicas, como a extração de DNA, Eletroforese, PCR e algumas técnicas de avaliação, além de métodos e processos biotecnológicos aplicados à área ambiental.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

nstigar os alunos a conhecer a educação ambiental e a praticarem esta ciência no cotidiano.

Objetivos

Proporcionar aos alunos conhecimentos sobre educação ambiental, conceitos, princípios e aplicações no cotidiano. Indetificação dos locais onde a educação ambiental pode ser aplicada, bem como, as metodologias a serem desenvolvidas a fim de atingir os objetivos proposto em um projeto de educação ambiental e também ferramentas e tecnologias para promoção da educação ambiental.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Construção do Relatório de Pesquisa. Tipos de Artigos Científicos. Requisitos básicos de um Artigo científico. Construção do Referencial Teórico. Apresentação Metodológica da Investigação. Análise e sistematização dos resultados. Elaboração da Monografia de Conclusão de Curso – Artigo Científico.

Objetivos

Permitir ao pós-graduando uma visão integradora dos componentes curriculares cursados e das demais atividades ao longo do curso, possibilitando o melhor aproveitamento dos estudos e demonstrando domínio do objeto de estudo e capacidade de expressar-se lucidamente sobre ele, por meio da elaboração de um Artigo Científico.

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Introdução às ferramentas de geotecnologias aplicadas à análise e gestão ambiental. Sensoriamento remoto e o potencial do uso de imagens orbitais nas análises do espaço geográfico. Fundamentos de interpretação de imagens. Sistemas de Informações Geográficas e aplicativos exploratórios de dados espaciais. Geotecnologias livres e gratuitas.

Objetivos

Construir os principais conceitos relacionados às geotecnologias utilizadas nas Ciências Ambientais. Caracterizar e realizar práticas com ferramentas de sensoriamento remoto e geoprocessamento, destacando suas potencialidades e limitações quanto às aplicações pretendidas com ênfase em tecnologias disponíveis gratuitamente.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Plano Nacional de Recursos Hídricos; Sistema de Recursos Hídricos do Rio Grande do Sul; 3. Instrumentos de Gestão de Recursos Hídricos – Comitês de Bacia; Outorga de Uso; Variáveis Abióticas; Técnicas de amostragem; Índices de Qualidade de Água e seu uso como ferramenta de gestão.

Objetivos

Mostrar ao aluno a base do sistema de nacional de recursos hídricos, bem como seus principais instrumentos de gestão. Ao final da disciplina espera-se que o aluno possa: Compreender o sistema de gestão de recursos hídricos brasileiro; Saiba diferenciar os principais sistemas de gestão de recursos hídricos; Elaborar um plano de amostragem de variáveis bióticas e abióticas em ambientes aquáticos; Relacionar os resultados obtidos com análises de recursos hídricos com a gestão territorial.

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Conceitos, tipos, classificação, características dos Resíduos sólidos; Sistemas de Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos; Aspectos sanitários, ambientais, epidemiológicos dos Resíduos Sólidos; Resíduos sólidos urbanos - acondicionamento, coleta, transporte, tratamento e disposição final; Conceitos dos Resíduos Sólidos de serviços de saúde, construção civil, industriais; Logística Reversa; Política Nacional de Resíduos Sólidos; Planos de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

Objetivos

A disciplina tem por objetivo apresentar a gestão e o gerenciamento dos resíduos sólidos como forma de reduzir, reutilizar, reciclar minimizando os problemas e impactos ambientais correlacionados com os resíduos, além de enfatizar as etapas do gerenciamento desses resíduos e os processos de tratamento e disposição final; Estudar as legislações e normas técnicas específicas aos Resíduos Sólidos.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Espécies ameaçadas de extinção; Fauna cinegética; Conflitos com animais silvestres; Resgate de fauna e animais atropelados; Sinantropia; Epizootias; Monitoramento de fauna; Métodos e técnicas de manejo de fauna; Métodos de controle de espécies exóticas.

Objetivos

Introduzir o aluno na problemática dos conflitos envolvendo a convivência entre animais e pessoas no meio urbano e rural; capacitar o profissional para atuar na negociação destes conflitos ao longo do desempenho das suas funções como gestor ambiental.

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Evolução histórica das ocupações, a agricultura e os impactos ambientais (Relatório Brundtland). Ecologia urbana e a sustentabilidade socioambiental. Conceitos básicos de planejamento e gestão ambiental, princípios e relações entre conservação, recursos naturais e gestão ambiental. Elementos do planejamento e da gestão ambiental: tipos, etapas, estruturas, instrumentos, níveis e produtos do planejamento e da gestão ambiental. Evolução da gestão ambiental no Brasil. A Política Nacional do Meio Ambiente (Lei nº 6.938/81 e atualizações). O Sistema Nacional do Meio Ambiente – SISNAMA. Tendências atuais na gestão ambiental. Planejamento como suporte a gestão de conflitos socioambientais. Programas de gestão ambiental nas empresas.

Objetivos

Proporcionar ao aluno um resgate sobre as atividades que geraram e geram impactos no meio ambiente, bem como, permitir análises sobre a gestão e planejamento ambiental a fim de minimizar os impactos gerados pelas mais diversas atividades antrópicas.

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Análise das especificidades das águas residuárias e dos principais sistemas de tratamento com eficiência satisfatória para a melhoria da qualidade ambiental e dos recursos hídricos.

Objetivos

Propiciar ambiente de informação sobre os diversos sistemas de tratamento de águas residuárias e suas possibilidades de integração, a partir das características específicas de cada efluente, de modo a estabelecer o efetivo conhecimento teórico aplicado a maior eficiência de depuração.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Direito e Meio Ambiente, Meio Ambiente e Legislação, Política Nacional do Meio Ambiente; Conceitos de Fiscalização Ambiental; Instrumentos de Fiscalização Ambiental; Crimes e Infrações Ambientais, Processos administrativos.

Objetivos

A disciplina de Fiscalização e Legislação Ambiental tem como objetivo proporcionar aos pósgraduandos a importância da Fiscalização e Legislação Ambiental como ferramenta e instrumento legal e jurídico para a proteção do Meio Ambiente, além de proporcionar maior conhecimento sobre legislações ambientais brasileiras, seus princípios e objetivos. Além de contribuir para a formação e qualificação dos profissionais ambientais.

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Análise das especificidades do licenciamento ambiental, etapas, condutas e condicionantes em relação aos diferentes ramos de atividade e potencial poluidor.

Objetivos

Propiciar ambiente de informação sobre os processos de licenciamento ambiental conforme ramo de atividade, etapa e legislação específica, qualificando os profissionais a prestarem serviços de licenciamento ambiental em conformidade com os instrumentos de gestão sustentável do ambiente.

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Conceitos de solo. Causas, consequências, fases e tipos de erosão do solo; Fatores que afetam a erosão; Degradação do solo; Sistemas de cultivo do solo; Práticas conservacionistas; Plantas de cobertura de solo e adubos verdes; Sucessão e rotação de culturas; Plantio em nível e terraceamento; Recuperação de áreasdegradadas; Uso do solo em função de sua classificação da aptidão das terras; Sistemas integrados de manejo do solo; Áreas de preservação permanente.

Objetivos

Descrever os principais mecanismos do processo erosivo e identificar os principais métodos de controle da erosão do solo. Reconhecer a importância da conservação do solo e das práticas adequadas de uso e manejo do solo, bem como as formas conservacionistas de manejo para sustentabilidade do sistema solo em áreas agrícolas e florestais.

Carga horária: 30 horas

N° de créditos: 2

Ementa

Pesquisa científica: conceitos e aplicações. Diferentes abordagens de pesquisas científicas. Etapas de um projeto de pesquisa. Instrumentos e técnicas utilizados para coleta de dados. Formatação de trabalhos acadêmicos e científicos de acordo com as normas técnicas.

Objetivos

Conhecer os princípios e passos fundamentais da pesquisa científica.Interpretar, redigir e avaliar projetos de pesquisa.Proporcionar aos acadêmicos do Curso de Pós-Graduação conhecimentos científicos e metodológicos com relação à pesquisa na área de Gestão e Sustentabilidade Ambiental.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Química do ar, água e solo: aspectos da composição natural; Elementos de poluição: classificação de substâncias tóxicas, poluentes químicos e suas reações químicas típicas nos meios físicos; processos oxidativos avançados.

Objetivos

Proporcionar aos pós-graduandos conhecimentos sobre química ambiental. Demonstrar os principais aspectos sobre os elementos de poluição, compreendidos como a toxidez, biodegradabilidade, reações químicas típicas nos meios físicos.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Sistemas de Gestão Ambiental (SGA), histórico, importância, princípios e estratégias; Métodos de Implantação do SGA. Normas ISO 14000. Processo de Certificação. Auditorias e Avaliações Ambientais. Analise do Ciclo de Vida do Produto. Elementos de Tecnologias Limpas e Produção Mais Limpa.

Objetivos

Proporcionar ao aluno conhecimentos sobre ferramentas de Gestão Ambiental voltadas para a busca de conhecimentos, ampliando a experiência na área ambiental e para orientar as necessidades atuais empresariais, para que os mesmos possam ter uma atuação eficaz frente às questões sócio-ambientais, a partir de uma visão dinâmica sobre a gestão ambiental e suas responsabilidades sócio-ambientais de suas organizações.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Hipótese; Delineamento amostral e experimental; Métodos de amostragem; Estatística descritiva e inferencial; Testes paramétricos e não-paramétricos; Programas estatísticos (Excel; R; Sigma Plot).

Objetivos

Mostrar ao aluno métodos de amostragem utilizados em trabalhos da área ambiental e os principais testes estatísticos utilizados. Ao final da disciplina espera-se que o aluno possa: Delinear de forma adequada as amostragens em relação aos objetivos do estudo; Entender a “filosofia” por de trás dos testes estatísticos mais utilizados; Realizar a análise de dados em programas estatísticos.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Dano Ambiental: Conceito, classificação. Alocação de recursos naturais renováveis e nãorenováveis. Instrumentos de política ambiental. Teoria das externalidades ambientais. Valoração ambiental. Avaliação econômica de danos ambientais. Metodologias de reparação.

Objetivos

Preparar os alunos para trabalharem na análise de danos ambientais, identificação preliminar e diagnóstico ambiental, para aplicação em estudos de caso, planejamento e elaboração de hipóteses para reparação ambiental abordando o conceito e a classificação de dano ambiental, a alocação de recursos naturais renováveis e não-renováveis, os instrumentos de política ambiental, a teoria das externalidades ambientais, os aspectos relacionados à valoração ambiental, além da avaliação econômica de danos ambientais e das metodologias de reparação.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Amostragem de solos; Aula prática sobre coletas de solo; Análise de solos; Interpretação da análise de solos; Recomendação de adubação.

Objetivos

A disciplina de Amostragem de Campo tem como objetivo proporcionar aos pós-graduandos o aprendizado e a importância da correta amostragem, interpretação e realização de recomendação de adubação nos solos, no intuito de se fazer o correto diagnóstico da fertilidade do solo, além da melhora dessa fertilidade para o cultivo adequado das diversas culturas agrícolas, utilizando seus princípios e objetivos. Além disso, tem como objetivo contribuir para a formação e qualificação dos profissionais envolvidos no curso.

Carga horária: 15 horas

N° de créditos: 1

Ementa

Definição do tema da pesquisa. Etapas da construção do trabalho de final de curso. Elaboração do projeto de pesquisa. Desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso, sob orientação de professor da área relacionado com o tema. O tema abordado deverá ser da área do curso.

Objetivos

Desenvolver no aluno a capacidade de se aprofundar num estudo aplicado e elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso sobre este tema.

UERGS - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul