Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Projetos de Pesquisa

Ilustração de pasta amarela de arquivo com uma lupa em cima.
Projetos de Pesquisa
Resumo: Neste projeto pretende-se desenvolver um Nanokernel Paralelo para sistemas embarcados e de tempo real multiprocessados, com suporte à programação paralela com troca de mensagens e que possa servir como instrumento de ensino e pesquisa na Instituição. Além disso, espera-se que este ambiente possua performance tal que permita a sua utilização no desenvolvimento de aplicações para as quais a velocidade de execução seja um requisito. Os temas de pesquisa do projeto são Sistemas embarcados, Sistemas de tempo real, Nanokernel, Nanokernel paralelo, Escalonamento de tarefas em sistemas de tempo real, Gerenciamento de tarefas locais e remotas, Comunicação entre tarefas locais e remotas, Gerenciamento de tempo, Sincronização de tarefas locais e remotas, Gerenciamento de memória e Modelos de programação paralela.
Coordenador: Celso Maciel da Costa
Equipe: João Leonardo Fragoso, Margrit Reni Krug e Débora da Motta Matos
Fomento: FAPERGS e CnPQ

Resumo: A microscopia óptica tem sido usada para detecção de anomalias em vários campos da biologia. Esta tarefa pode ser combinada ao uso da engenharia de computação para automatizar e otimizar o processo de análise de células. Neste projeto as imagens analisadas devem conter como objeto de interesse as células da hemolinfa  do  molusco terrestre Helix  aspersa, avaliados pelo ensaio cometa. Esta análise permite avaliar o potencial genotóxico induzido por resíduos de  agrotóxicos . É um teste sensível para detecção de danos no DNA. O Ensaio Cometa nas células da hemolinfa foi desenvolvido por Jane Marlei Boeira, Profa. da UERGS que produziu e analisou várias lâminas identificando e classificando as células manualmente. A utilização de métodos de aquisição e classificação automática deve proporcionar a aquisição de imagens de toda a área de tecido na lâmina com a possibilidade de identificar e classificar um número bem maior de células por lâmina. Nossa tarefa é definir algoritmos que permitam medir com maior exatidão os danos celulares como previstos no Ensaio Cometa.

Coordenadores: Leticia Vieira Guimarães (Uergs) e Altamiro Susin (UFRGS)

Equipe: Adriane Parraga e Jane Boeira

Fomento: CnPQ
Resumo: Esta proposta tem por finalidade aliar as principais vantagens de diferentes técnicas de interconexão para prover uma arquitetura de NoCs para MPSoCs de alto desempenho e baixo consumo de energia em uma única abordagem. Dentre estas estratégias, estão os conceitos de adaptabilidade,topologia, hierarquia e projetos em três dimensões (3D). O objetivo deste projeto é formar um grupo de pesquisa consolidado, para tanto, estão previstas diversas colaborações com grupos reconhecidos na área para que se obtenham soluções ótimas de interconexões para sistemas heterogêneos multiprocesssados.
Coordenador: Débora Matos

Equipe: Adriane Parraga, Celso Maciel da Costa, Letícia Guimarães, João Leonardo Fragoso

Fomento: CnPQ
Resumo: O projeto proposto consiste no estudo, desenvolvimento e implementação de um sistema para o monitoramento de sinais dos sons do pulmão. Os sons do pulmão são coletados com o intuito de compor uma estimativa contínua do estado de saúde de um indivíduo, através de um método não invasivo e de baixo custo. Este projeto propõe o uso de métodos baseados em processamento digital de sinais para análise e classificação dos sinais provenientes de um ou vários microfones acoplados ao indivíduo, de forma a auxiliar no diagnóstico de doenças pulmonares. Além disso, o sistema proposto terá um custo relativamente baixo, podendo ser colocado em pacientes em sala de espera no hospital, por exemplo, com o monitoramento sendo efetuado a cada instante. O objetivo final é a implementação dos algoritmos num microcontrolador de forma a capturar e armazenar os dados obtidos do paciente e enviá-los via rede sem fio para uma base de dados.
Coordenador: Adriane Parraga, Leticia Vieira Guimaraes

Equipe:  João Leonardo Fragoso

Fomento: CnPQ, FAPERGS e CAPES

Resumo: O projeto consiste na implementação de um sistema de vigilância automática em tempo real por análise de vídeo. Este tipo de vigilância eletrônica tem crescido muito nos últimos anos. Aplicações de vigilância automática podem ser utilizadas para analisar sequências de imagens provenientes de uma câmera e disparar eventos de alerta quando situações de perigo em potencial forem identificadas. A segmentação de movimento é uma importante etapa para este tipo de aplicação. A segmentação de movimento é uma importante etapa para este tipo de aplicação. Nela são delimitadas regiões de interesse para as próximas etapas do processo, o problema da segmentação de movimento vem sendo estudado há décadas, porém não existem resultados com a exatidão e robustez desejados. Este projeto propõe o uso de métodos de fluxo óptico para detecção dos vetores de movimento e inferência nestes vetores baseados em processamento digital de imagens para a classificação das cenas contidas nestes vídeos. Para a análise e classificação dos vetores serão utilizados algoritmos de processamento de sinais e reconhecimento de padrões.

Coordenador: Adriane Parraga e Leticia Vieira Guimarães

Equipe:  Débora Motta Matos, Ceslo Maciel da Costa, João Leonardo Fragoso

Fomento: FAPERGS

Resumo: Pode-se conceituar IoT – Internet of Things como uma infinidade de objetos heterogêneos que interagem com o ambiente físico. Um dos grandes problemas existentes hoje em dia é a comunicação entre disopositivos heterogêneos. O objetivo desse projeto é a definição e a implementação de um modelo de arquitetura modular, com suporte a interoperabilidade e a escalabilidade. O que se pretende é desenvolver um conjunto de diferentes módulos básicos, que poderão ser combinados para atender as necessidades específicas de cada aplicação.

Coordenador: Celso Maciel da Costa

UERGS - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul