Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Reitor da Uergs participa da abertura do Fórum Social Mundial da População Idosa, Pessoas com Deficiência e Diversidades

Publicação:

Reitor dividiu a mesa com representantes do legislativo, de movimentos sociais e de Instituições de Ensino Superior
Reitor dividiu a mesa com representantes do legislativo, de movimentos sociais e de Instituições de Ensino Superior

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população brasileira está envelhecendo cada vez mais. Em 2017, 28 milhões de brasileiros tinham mais de 60 anos, representando 13,5% da população total do Brasil.  Também de acordo com o IBGE, a tendência é que em 2031 o número de idosos supere o número de crianças de 0 a 14 anos. Essa realidade levanta uma série de questões sobre como a sociedade pode se adaptar, em termos sociais e econômicos a esse novo formato da população.

No mesmo sentido, as discussões sobre como integrar e respeitar as Pessoas com Deficiência (PCDs) – que hoje representam 24% da população do Brasil –  e a necessidade de se criar uma cultura de respeito às diferenças de gênero, étnicas, raciais e sexuais, também têm ocupado um espaço cada vez mais relevante nas discussões dos movimentos sociais, das Instituições de Ensino e dos meios de comunicação que integram a sociedade.

Com o intuito de criar um espaço para discutir essas questões pontuais, foram criados os fóruns temáticos, frutos do Fórum Social Mundial realizado em Porto Alegre no ano de 2001. As novas três edições foram iniciadas oficialmente no evento realizado no dia 28, segunda-feira, no Auditório Dante Barone, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. O IV Fórum Social Mundial da População Idosa, o III Fórum Social Mundial das Pessoas com Deficiência e o I Fórum Social Mundial das Diversidades serão realizados simultaneamente até o dia 1º de fevereiro, em diferentes pontos de Porto Alegre.

Integraram a mesa de abertura o reitor da Uergs, Leonardo Beroldt, representantes do governo do estado do Rio Grande do Sul e da Prefeitura de Porto Alegre, representantes de movimentos sociais e centrais sindicais e de Instituições de Ensino Superior.

Em sua fala, o reitor Leonardo Beroldt destacou a necessidade de ações mais eficazes nas políticas de inclusão
Em sua fala, o reitor Leonardo Beroldt destacou a necessidade de ações mais eficazes nas políticas de inclusão

Durante a cerimônia, os integrantes da mesa reiteraram a necessidade de se pensar e respeitar a população idosa e as pessoas com deficiência, de forma que essa seja uma parcela ativa no desenvolvimento social e econômico do país e do mundo e tenha garantidos os direitos de mobilidade, previdência, acolhimento e assistência. Além disso, Leonardo Beroldt lembrou do papel que as universidades têm nessas questões, ao produzirem um grande número de trabalhos que apontam alternativas. “É preciso que o poder público dê maior atenção a estes estudos”, complementou o reitor da Uergs.  

Ele também afirmou que espaços como os fóruns temáticos são importantes quando levamos em conta a realidade social brasileira, que requer ações mais eficazes e mudanças estruturais. “As políticas de inclusão devem ir além de mero assistencialismo. Precisamos de políticas que promovam oportunidades, tanto aos idosos como às pessoas com deficiência”.

Ao final do seu discurso, Beroldt reforçou a necessidade de uma atuação do Estado nas questões referentes à diversidade, que se destacam na programação do I Fórum Social Mundial das Diversidades. “Somente com educação e políticas públicas de inclusão, além de um judiciário atuante, poderemos quiçá um dia, superar este tumor em nossa sociedade”, finalizou.

A Uergs participa da organização  dos fóruns e possui ações promovidas por funcionários dos corpos docente, técnico, de apoio administrativo e por estudantes da universidade. Nas ações, são abordados diversos temas, como arte, diversidade sexual e saúde pública.

Confira a programação promovida pela Uergs no Fórum Social Mundial da População Idosa, Pessoas com Deficiência e Diversidades

UERGS - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul